O SALSICHA DE PICASSO

15 out

lump 2

Adoro quando descubro o amor que grandes artistas sentem pelo seus animais.
No caso de Pablo Picasso, não é diferente. Ele era um amante dos animais, em especial cães, e tinha uma particularidade: era famoso, entre seu círculo de amizades, seu hábito de “tomar emprestado” ou até mesmo roubar os cachorros de seus amigos e conhecidos. Um desses cães “emprestados” – e considerado o favorito do pintor – foi Lump, um cão da raça Teckel (antigo Dachshund).

O proprietário de Lump era o fotógrafo David Douglas Duncan, autor das fotos desse post e que tinha levado consigo o cão em uma viagem de férias para La Californie, a mansão de veraneio de Picasso em Cannes, no litoral da França. Era abril de 1957 e a conexão entre o artista e o cão foi imediata, e na hora foi decidido que Lump passaria a morar em La Californie, junto com a cabra Esmeralda e o boxer Jan.

lump 7Lump e Jan

lump 8Estátua de Esmeralda na entrada de La Californie

lump 14Esmeralda presa na sua própria estátua

Durante o almoço com Duncan e Jacqueline Roque (futura esposa de Picasso), o artista perguntou se o cão já tinha um prato só seu. No que Duncan disse que não, Picasso pegou tinta e pincel que estava sobre a mesa e pintou um retrato de Lump no prato em que estava comendo. Com o trabalho datado e assinato para Lump, ele pegou o prato e deu para Duncan de presente.

 

 

lump 1

lump 9

 

 

lump 10Aeeeeee, um Picasso só pra mim!

 

 

Durante os seis anos de estadia de Lump em La Californie ing Lump’s six-year stay at La Californie, o cão foi inspiração para diversos desenhos e rascunhos de Picasso, bem como incluindo-o em várias de suas famosas reinterpretações do quadro As Meninas, de Velásquez.

lump 3Rascunho de Lump

lump 13

lump 5

lump 12Lump em algumas das interpretações de As Meninas, de Velazquez, em exibição no Museu Picasso, em Barcelona.

 

Mas foi Duncan quem realmente captou a essência da afeição mútua da dupla. Em 2006, ele publicou Lump: The Dog Who Ate a Picasso, um livro com 89 fotos de Picasso e Lump que conta a história entre os dois. Apesar de separados (Lump voltou a viver com Duncan após uma grave doença), Picasso e Lump morreram com dez dias de diferença, em 1973.

 

 

lump 4

lump 11

lump 6

Anúncios

4 Respostas to “O SALSICHA DE PICASSO”

  1. Fabiola Vieira (@Fabigeo) 15 de outubro de 2013 às 9:23 #

    Incrível!!! È uma pena que só pessoas sensíveis possam captar esse amor entre a arte e os animais. Parabéns pelo post Adriana! A cada dia seu blog está mais interessante!

    • Adriana 18 de outubro de 2013 às 13:12 #

      Obrigada, Fabi!
      Mas sou suspeita, gosto de arte, gosto de animais e acho o assunto muito bacana. 🙂
      Beijo!!

  2. lili 15 de outubro de 2013 às 9:45 #

    Nem a Picasso eu deixaria que roubasse meu cachorro. Muito menos ele, sempre inconstante nos seus amores.

    • Adriana 18 de outubro de 2013 às 14:48 #

      Concordo!
      Meu cachorro é MEU cachorro!
      Bjs,
      Adri

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: