PARA DOCKET, COM AMOR

22 out

docket4Tracey Emin e Docket, 2004  

É antiga mas vale a pena ler; da coluna da artista plástica britânica Tracey Emin, no jornal inglês The Guardian:

[…] estou cheia de medo. Estou deitada ao sol e as lágrimas queimam meus olhos enquanto lembro dos últimos oito anos da minha vida. Hoje recebi a notícia de que Docket, meu gato, contraiu AIDS felina (também conhecida como FIV). Docket não é apenas um animal de estimação para mim. Sem soar muito brega, ele é realmente como meu filho. Sempre digo isso. Eu o amo mais do que qualquer outra coisa no mundo. Amo seus olhos amarelos, suas orelhas grandes, suas patas brancas com fofas almofadas rosas, o branco macio de sua barriga e a pelagem cinza e macia. Mas acima de tudo, amo seu calor e seu cheiro. Quando eu o abraço, descanso meu rosto em sua cabeça e penso no quanto eu o amo.

docket3

A razão pela qual o amo tanto é todo o amor que eu investi nele. Para algumas pessoas, um gato é apenas um gato. Eles miam, têm de ser alimentados e têm caudas. Mas, para mim, os gatos são animais pequenos que ocupam uma parte gigante de minha mente – especialmente Docket, com quem vivo. Para ser honesta, planejo muito da minha vida de acordo com meu gato. E com isso, não quero dizer coisas pequenas, mas sim o lugar onde vivo, com quem vivo e meus planos para o futuro. Devo mudar para o campo? Devo viver no litoral? Toda decisão de grande importância envolve Docket. A idéia de que ele está gravemente doente me deixa confusa e com medo. Não espero que as pessoas entendam, a menos que elas sintam o mesmo a respeito de animais.

Não consigo imaginar minha vida sem meu gato. É táo duro que não faz sentido.[…]

Para ler a coluna completa, clique aqui.

No ano passado, Docket pregou outro susto em sua dona ao fugir de casa.
Apavorada, Tracey Emin criou cartazes e espalhou pela vizinhança:

docket

Porém, transeuntes achavam que eram obras de artes e levavam os cartazes para casa.
Felizmente, Docket foi encontrado e voltou para os braços de Tracey. :-)

docket2


docket 5
“Docket and His Bird Collection”, prato em porcelana desenhado por Tracey Emin.

Anúncios

3 Respostas to “PARA DOCKET, COM AMOR”

  1. pi 24 de outubro de 2013 às 12:31 #

    Sei, não… Meus gatos, 7, são mais do que meus filhos. São escolhas – uns, não – e são responsabilidade. Eles não fogem, porque não têm acesso às ruas. Se a Tracy ama tanto assim o dela, ele não sairia de casa para dar voltinha e pegar FIV. E ela se informaria sobre FIV e saberia que é, sim uma porcaria de uma doença, mas que não é o fim. A mulher está só fazendo drama. Minha opinião.

  2. Adriana 28 de outubro de 2013 às 11:10 #

    Oi, pi. Meu gato também não tinha acesso à rua, mas um dia, por descuido, ele fugiu pela porta, E antes disso, ele já tinha a FIV. O diagnóstico realmente não foi o fim, mas quando a doença atingiu um nível agressivo, vê-lo definhar sem poder fazer muita coisa foi muito dolorido, principalmente pelo quanto ele era querido.

    • pi 28 de outubro de 2013 às 14:19 #

      FIV é doença de gato solto e não dá para deixar gato solto neste mundo! Um dos meus, que curtia muito um passeiozinho, foi assassinado. Aprendi a lição. Se o seu pegou FIV antes de dar passeio na rua, é porque já deveria estar com a doença quando lhe conheceu ou conviveu com gato doente sem saber. Acontece… Mas a questão não é você, não lhe estou julgando. Estou julgando a Tracey. Você se identificou com ela, pelo que lhe aconteceu, eu, não. Achei o texto apelativo, dramalhão. Desculpe… Mas estou na fase de apontar o dedo pras pessoas…Não tenho mãe para me dizer que é feio… Mas lhe amo, mesmo assim!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: