Arquivo | Chanel RSS feed for this section

PERFUME: CHANCE EAU FRAÎCHE, DE CHANEL

12 dez

CHANCE

Notas de saída: limão e cedro
Notas de cabeça: jacinto, pimenta rosa e jasmim
Notas de base: vetiver, musk, teca (ou teak, um tipo de madeira) e patchouli

No ano retrasado, entrei na empresa em que estou até hoje.
Estávamos planejando as viagens de férias, mas como não pude ir, ele foi sozinho para a Argentina.
Na volta, além de vários presentinhos, ele estava com esse perfume na mala.
Na verdade, eu tinha pedido a ele o Chance original, mas como é atrapalhado, deve ter pego este no Free Shop na Argentina (ele pagou US$ 86 lá, aqui custa mais que o dobro).

Porém, no final, saí na vantagem.
Durante muito tempo, ele foi meu perfume favorito (até comprar o Eau des Merveilles) e ainda hoje é um que me emociona, tipo, sofro quando penso que ele vai acabar..

Tanto o Chance quanto o Chance Eau Fraîche são chipres florais, o Eau Fraîche é mais amadeirado e, por incrível que pareça, é uma característica que me agrada. Apesar de ser mais leve, acho o Eau Fraîche mais sofisticado que o Chance.

No começo, o cheiro é leve e fresco, lembra uma água de colônia. Mas depois a fragrância se revela, com um tom levemente amadeirado e floral, ainda fresco (acho que por causa do Vetiver).

A durabilidade é um capítulo à parte.
Passo de manhã e à noite ainda dá para sentir um rastro do danado. Mais de dez horas, com certeza!
Apesar de não ser a “matriz”, este Chance Eau Fraîche tem todo o charme do Chance com um toque de frescor, que dá jovialidade a um perfume sem tirar dele a aura sofisticada. É um perfume para chamar de meu, com certeza!

Ano de lançamento: 2007
Quanto: R$ 419,00 por 100 ml (meu Deus! Como faz para comprar perfume no Brasil?)
Onde: http://www.chanel.com/pt_BR/perfumes-cosmeticos/Fragrâncias-Chance-Eau-Fraîche-CHANCE-EAU-FRAÎCHE-Eau-de-Toilette-Vaporisateur-115455

Anúncios

AQUELE QUE PODERIA TER SIDO…

25 jul

No Black Friday do ano passado, cometi uma loucura.
Comprei um rímel da CHANEL!
Para mim, a marca sempre esteve em um nível que não estou disposta a gastar, então nunca cheguei sequer a experimentar.
Daí veio o Black Friday e o Inimitable, o rímel da Chanel, estava com desconto de 50%. Investi o equivalente a R$ 47 e arrematei-o para mim.

rimal chanel

A apresentação é uma loucura, a embalagem é essa coisa linda com aqueles 2 Cs na bunda da escovinha.
Como eu tinha 20 (!) rímeis abertos, mantive a coitadinha fechada até duas semanas atrás, quando desapeguei de vários (muitos, gente, deu aperto no coração e talz) e achei que seria um bom momento de ter um rímel fodástico para chamar de meu e aplacar a dor no meu peito (ui!).

Mas…

O tal do Inimitable é super imitable.

Segundo a marca: “Os cílios ficam mais evidentes graças a uma sinergia entre escova-fórmula que potencia o efeito multidimensional: Sua fórmula reveste os cílios com perfeição, alongando e aumentando o volume em um efeito 3D natural sem placas.
Sua escova de alta tecnologia, de elastômero macio e flexível, alinha as pontas ultrafinas perfeitamente ajustadas para uma fácil aplicação e desenho ideal. Permite aplicar a máscara até os cílios menores do canto dos olhos.”

Não senti cílios alongados e tampouco com mais volume.
É, no máximo, comum, do naipe das piores da Clinique/Maybelline/Avon e sem comparação, por exemplo, com uma Colossal da vida.

No sentido de comprar um produto para, depois de usar, nem achar essa coca-cola toda, a vinda da Sephora ao Brasil foi uma delícia.
Graças a ela, desmitifiquei várias querências.
Se a Sephora vendesse Chanel, por exemplo, eu não teria caído nessa cilada (assim como tô achando que o famoso primer e o rímel da tão incensada Hourglass são um pouco superestimados #prontofalei).
Ainda bem que o preju nem foi tão grande.

Quanto: R$ 139
Onde: http://www.chanel.com/pt_BR/perfumes-cosmeticos/Maquiagem-M%C3%A1scara-INIMITABLE-115890?sku=115892