Arquivo | Footbook RSS feed for this section

FOOTBOOK PLASTIC PARADISE – PARTE IV

13 fev

A quarta parte do Footbook da coleção Plastic Paradise fala das Melissas de salto, que normalmente são as favoritas das melisseiras. Já foram as minhas também, mas no momento não me pertencem mais.

http://www.youtube.com/user/melissachannel?blend=1&ob=0#p/u/1/vxOmoKUVDsg

Como ultimamente só tenho andando com saltos médios para baixos, provavelmente devo gostar mais ou menos de um modelo, mas não desejar muito nenhum deles… *bocejo*

OS SALTOS (de 5:47 a 8:14)
~ Comentários do Coração ~

Incense
Scarpin normalmente é uma coisa chique, né? A Incense é chiquinha, bonitinha, comunzinha, beeeem INHA. Talvez a cor preta não favoreça a visualização dos detalhes, mas não me apaixonei pelo laço no calcanhar – e sou uma pessoa de laços, amo de paixão o laço da Ashia do Mágico de Oz. (Fui ver as cores no site) Bom, não gostei particularmente de nenhuma. Não entraria na minha wishlist.

Mermaid
Não tenho nenhuma Mermaid, mas acho o modelo simpático. Gosto mais do laço do que da borboleta (não lembro/sei qual foi o adereço da coleção passada). Mas de novo, não é o sapato que eu escolheria para o guarda-roupas de inverno.

Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Mule
Eu odiei a Mule quando ela era um tamanco alto que parecia um chapin veneziano. Agora parece… Hum… Uma sandália comum?

Electric
O que esperar de um sapato que não fica bem nem em um pé bonito? Ele me lembra a Aranha 2005 que aperta a frente do pé…

Eagle
Não gosto da ponta alta, acho que fica meio deselegante. Os furos laterais, para mim, não cheiram nem fedem. Não achei de uma grande personalidade, é um modelo OK.

Rock Princess + Pequeno Príncipe
Já quis demais uma RP do PP vermelha nessa vida! Na época do consumo descontrolado, eu queria todas as RPs do PP do mundo, de todas as cores! Só que na época, eu andava de carro e na empresa, andava muito pouco. Quando acabaram as mordomias e tive de andar de condução caí na real, o salto da RP se mostrou como todos os outros da Melissa: inviáveis. Daí dei uma brochada e me desfiz de todas elas. Agora, com o timing incrível que é peculiar da Melissa, temos uma RP do PP vermelha (pena que não quero mais). Pena que a cartela de cores é um pouco restrita, acho que esse modelo vai bombar.

Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Skyscraper
Da primeira vez que eu li esse nome, pensei logo no cocô nas alturas. Tava aqui lembrando que nas coleções anteriores, a Skyscraper era um scarpin. Ainda é, na versão glitterinada, bem menos bacanuda que a versão flocada (o que é um milagre, pq eu odeio flocados!). Mas tem essa versão de colar de pérola e presa no tornozelo, que mais parece uma Ashia querendo ser Audrey Hepburn. Parece ser absurdamente alta e, vamos combinar, não tem NADA de mais…

Celestial
Modelo com cara de antiguinho, toda coleção tem. Gostei desse, me lembra sapato da corte francesa e é diferentão dos outros modelos (inclusive de outras coleções). Há um segundo modelo na minha wishlist, aleluia! Não gostei das versões flocadas, a minah cor é a mostarda mesmo.

Cross
Até agora, é o mais esquisito. A ponta levantada não orna, o calcanhar despido também não. Sei lá, me lembrou aquela coisa horrorosa chamada Clogh. Acho que o conceito desse modelo está destorcido, é um cross de um monte de coisa, mas sem muita personalidade, e o salto me lembrou a perna-de-pau do Capitão Gancho (#referênciasestranhas). Fico com as minhas Ashantis de milhares de coleções passadas. E espero que esse modelo não volte na próxima estação cheiro de correntes/tachas/detalhes, coisa que a Melissa faz com apostas que não dão muito certo…

Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Gillie
Outra que já não tinha caído nas minhas graças com o laço da cor da Melissa. Já com o laço lurex, ficou car-na-va-les-co. Já a vi várias vezes em wishlists diversas – ou seja, tem quem curta. No meu sapateiro não tem lugar para ele – inclusive pelo preço (nada) camarada…
Em breve (amanhã), a parte das Melissas mais execráveis do planeta: as plataformas símbolo máximo do piriguetismo, sob uma piriguete sempre tem um salto plataforma risco para a humanidade assassinas de tornozelos.

FOOTBOOK PLASTIC PARADISE – PARTE III

13 fev

A terceira parte da análise Melissando sobre o Footbook da nova coleção aborda a seção mais clichê (e também a que mais me interessa #bipolar) da coleção: as sapatilhas. Sem ver, já imagino que tenha umas umas 4 Ultragirls, uma Campana nova e mais uma reedição, uma que eu vou odiar (mentira, já vi que tem a tal da Moon) e algumas que vão ser OK, mas nada de mais. Vem comigo:

http://www.youtube.com/user/melissachannel?blend=1&ob=0#p/u/1/vxOmoKUVDsg

Sem maiores surpresas, though…
AS SAPATILHAS (de 2:35 a 5:43)
~ Comentários do Coração ~

Jean+ Jason Wu
A Campana Favela ficou um pouco careca? E a cor não favorece, é meio morta, né não? Olhando mais de perto, as “tiras” parecem solitárias (eca, que nojo!) e tem aquele efeito de renda na palminha, ótimo para andar na chuva. (Entendam, eu ando de Melissa e chove, não o contrário)…

Ultragirl + J. Maskrey
Essa só vai parar de aparecer quando a Melissa acabar com o estoque das coleções anteriores, né não? Uma Melissa de R$ 500 só por causa de um punhado de strass (mesmo que sejam Swarowskies cagados por unicórnios de Nárnia) não faz sentido nenhum.

Ultragirl
Mais uma Melissa trabalhada no esmaltismo. Dessa vez, uma Ultragirl (wow) esmaltada no 3D. Mas confesso que a lilás (que o site da Melissa chama de rosa) tem seu encanto… 🙂

Dreaming + Mulher Maravilha
Falei dela aqui e acho que foi uma boa ideia para as Melisseiras que queriam a Mulher Maravilha nos pés (idem para a Glam das Vilãs). Não gosto de sapatos com bico pontudo, mas enfim… *pense no coletivo, pense no coletivo* Pelo filme, a sapatilha é bem rasa, quando ela faz a ponta, dá para ver a curvatura do arco. Não muito confiável, daí…

Divine
Achei delicada e bastante usável, mas no fundo é mais uma Ultragirl, rendada com detalhe de dois laços e sem buraco… É uma que estaria na minha wishlist, mas não, já tenho Ultragirls demais e dinheiros de menos…

Ultragirl + Ursinhos Carinhosos
Essa só vai ter em numeração teen, certo? Gente, o público alvo da Melissa diminuiu para os 12 anos, é isso? Tá, tem coisas fofas, mas os Ursinhos Carinhosos é demais para a minha cabeça… As flocadas ainda dá para encarar, porque, né, só o ursinho dourado. Mas as que têm o desenho por fora e a do dia de Saint Patrick (desculpe, é o Ursinho Carinhoso da Sorte), não deveria rolar…

Virtue
Tá bom, comecei a ver os mocassins com outros olhos há pouco tempo. A Virtue (provavelmente essa da foto) tem seu charme, um potencial de looks para o inverno e talvez seja a primeira da coleção que entre no meu wishlist. Mas para o Inverno, porque no Verão deve suar pra cacete.

Campana Zig Zag
Só consigo pensar que com esse tempo que vem fazendo em São Paulo, uma Campana Zig Zag é tããããããão apropriada… ZZZzzZZZZZZZzzzzZZZZ

Virtue Special
Sou do tipo que acha a estampa de oncinha legal e o combo flocado+coroa dourada over…

Moon + Jason Wu
Que sapato mais com cara de tio! Sei lá, não consigo achar bonito dockside de plástico. Tem sapatos que deveriam ser deixados nas suas formas originais. E tem sapatos que deveriam ser deixados no limbo do esquecimento, assinados ou não pelo Jason Wu. E não, nem se fossem as corujinhas eu me convenceria do contrário… Ainda bem que dessa tiraram as franjinhas!

Moon
Pedante é o apelido. Como disse aqui, mantenho a opinião. E ainda não me conformei com a franja fake…

Galactic
Me recuso (enough said aqui). Fez sucesso isso? Por que tá de volta, ainda na versão flocada from hell? Socorro!!!!

Campana Papel
Na verdade, não sei se gosto. A real é que não vai ser para mim, porque eu e sapatilha Campananão fomos feitas uma para a outra. Não achei nada de especial e fácil de ser copiada no camelô mais próximo.

Virtue Special
Outra? Aaaah, é a mesma da Special com a coroa. Bom, Michael Jackson e Billie Jean is not my lover mandam lembranças.

Ultragirl Glitter
Qual a diferença entre ela e a Ultragirl? No compreendo… É pra rechear o Footbook?
Se ainda der tempo, volto hoje com o restante do footbook! 🙂
*não estou desocupada, mas estou com mais preguiça de outras coisas do que de Melissa…*

FOOTBOOK PLASTIC PARADISE – PARTE II

13 fev

Conforme prometido, e como eu sou megapalpiteira, segue a segunda parte da análise Melissando sobre o Footbook da nova coleção. Sim, eu sei que todo mundo já falou sobre o assunto, mas como o lançamento de uma nova coleção é fonte inesgotável de inspiração para este site (ha ha ha), vamos lá:

De novo, considerem meu GRANDE esforço em analisar a coleção na base da boa vontade, desconsiderem as possíveis gotas de sarcasmo em relação ao excelente trabalho do MKT da Melissa e a criatividade que deve escorrer pelos ouvidos dos designers de alguns dos modelos (bem, isso é uma pressuposição, pois estou escrevendo à medida que assisto, espero ser surpreendida positivamente).
AS RASTEIRINHAS (de 1:17 a 2:34)
~ Comentários do coração ~

Seduce
Gosto mais da cor (dourado com glitter) do que do modelo. Tive uma Seduce (aquela de flor, se não me engano da 284) e ela saía do pé. E não adianta me dizer que eu não gosto de nada que sai do pé, a maioria das Ultragirls saem do meu pé e eu amo todas elas (quase todas, quédizê…). E vou confessar que na foto os “furinhos” (esqueci o nome técnico “daquilo”) me incomodaram muito menos que nas fotos.

Furadinha
Não gosto, para mim é a Sweet Lips grosseira vinda da Pré-História. Ponto final. E a Furadinha, para mim, não é uma rasteirinha.

Star
Outra que gostei mais do modelo no pé do que da foto. Mas quero ver em outra cor, esse dourado ficou meio morto. A parte de trás é interessante, é uma que gostaria de fazer o test drive, principalmente para ver se é confortável. Mas assim, sofisticação zero, né?

Wind
Espero que não seja prenúncio de um ano de revivals do grupo Kaoma, Luis Caldas, Sarajane e companhia (quem tem menos de 30 joga do Google para ver a tristeza que foi o final dos anos 80). Não gosto do modelo, ele é over e não melhora quando está no pé. Aqueles 50 metros de fita dão a impressão de esconder um ninho de lambadeiros.

Aileron + Gareth Pugh
Primeira impressão: me lembrou aquelas gravatas horrorosas, que são presas por trás com um ganchinho, e não atadas. Daí fui tentar entender o nome e o conceito. Primeiro passo: procurar o que é Norelia (airelon ao contrário), achei que o nome fosse um tipo de, sei lá, pegadinha. Depois procurei o tal do Aileron e descobri que é o último flap asa do avião, que ajuda a fazer as curvas. Oi? Daí fui ao site da Melissa para saber mais sobre o conceito e me deparo com “um quê de futurista e é inspirada nas formas do “aileron” Bla bla bla obra arquitetônica que Pugh adora: o anfiteatro SECC, de Glasgow, na Escócia. Bla bla bla. Tiro certeiro no visual moderno”.What? Deixa pra lá.

Possession
A volta de um modelo tão parecido com a Aranha parece sinal de que a Melissa entregou o molde da Aranha para a Zaxy e resolveu trazer do passado alguma sandália que lembrasse o modelo mais tradicional da marca, trollada sabe se lá por qualquer motivo. Pelo que me lembro, a Possession é um pouco mais dura que a Aranha. Não vou nela. Em tempos de Aranha Zaxy, uma Possession acaba parecendo uma fake da fake – apesar da plaquinha de metal.
A seguir, SAPATILHAS – um pouco de mais do mesmo. *cuspindo novamente para cima sobre as Ultragirls*

FOOTBOOK PLASTIC PARADISE

13 fev

Não sei se é ciência, magia, tecnologia ou uma simples coincidência, mas fato é que voltei a receber a newsletter da Melissa depois de muito tempo.

Aproveitando a vida tranquila assisti o filminho do Footbook e deu pra ter uma impressão melhor do que vai ser:
Como sistema de postagem do Blogger não é exatamente uma flor de candura, decidi dividir os modelos como a Melissa dividiu no Footbook. E tentei também enxergar os modelos além do desprezo que sinto pelo MKT da Melissa e da preguiça falta de criatividade inspiração que às vezes aparece em alguns modelos…
OS CHINELINHOS (até 1:15)
~ Comentários do coração ~
Quasar Revelation
Eu confesso: sou fã da Quasar. Tive uma que amava, o melhor chinelo que já tive *escorre lagriminha de saudades*, mas era uma Quasar de dedo – porque essa coisa envolvendo o dedão não me passa muita firmeza. Uma mega vantagem do modelo é que a palmilha não costuma ser derrapante. Andei demais com a minha durante uma viagem e foi a coisa mais confortável do mundo!

Cute Salinas
Não achei melhor do que as últimas versões (a de sainha foi a pior!). Essa coisa retorcida não me convence, se entrar areia deve ralar tudo, somado com a queimadura de sol, f* a vida do caboclo (gentiz, ainda to na vibe verão, semana antes do Carnaval larari lalala). E quem já usou sabe que a palmilha lisa, escorregadia, torna a tarefa de andar algo impossível – ainda mais saindo da praia.

Harmonic
Outra que não me convence. A base é a da Cute (ou seja, escorregadia). As tiras são finas, dando ainda menos firmeza e o laço é um pouco too much. Não gosto e não indicaria para uma amiga. Certo que vai ser o modelo que vai participar do “compre uma Melissa, pague + 1 real e leve uma Harmonic” da liquidação da Galeria.

Fly
A sandália mais grotesca, nem no pé bonito a coisa ficou razoável. Pra mim, imprime B-R-E-G-A e dá a impressão de que pode pegar no dedão. E olha lá, a palmilha lustrosa. Deve escorregar bagaray!
Flip Flop Fontessa + Gaetano Pesce
Pra que um nome tão comprido desses? E vamos combinar, enquanto sandália, parece que a moça encostou o peito do pé no escapamento da moto e tá com uma super queimadura purulenta e cheia de bolhas. Desde o começo ela me passa uma impressão de morbidez. A palmilha me parece mais fosca, deve ser tipo a da Quasar, mais confortável para andar.
No próximo episódio, SANDÁLIAS RASTEIRAS – algumas, de rasteira, não têm nada.

TIME CODE: Os últimos serão os primeiros (oi?)

30 mar

Finalmente, o último post.

Entrei na loja Melissa para ver se a descrição deles me ajudaria a entender um pouco melhor a proposta de alguns modelos e acabei me deparando com coisas que eu não inseri nesta coleção, como aquela coisa lindja da Loving (affff) e a Mini Melissa Aranha (fofo mas tão desperdiciosa)…
Para mim, mesmo em cores mais delicadas (vide aquele amarelão), a Temptation da Westwood continua parecendo sapato de drag. A fivela, pra mim, mais embaranga do que orna…
Não gosto do efeito degradê em nada, muito menos na Temptation e na Ultra, com o agravante de eu já ter uma pré-disposição para o desprezo à Tempation, por continuar achando uma Melissa sem muita personalidade, sendo que a empresa alega que parte dos vários dinheiros que pagamos em um par é por conta no design investido. Ma vá…
Eu bnão gosto, mas deve ter quem goste desse Tênis Polibolha. Sei lá, lembra aqueles plásticos bolha. No quesito tênis, sou bem mais um All Star, que deve ser até uma opção mais econômica…
Cara de pau demais fechar o buraquinho da Ultra e achar que criou um modelo totalmente diferente. Pelo menos essa tal de Thinking custa menos que a Ultra, mas ainda assim, 3 dígitos é demais, né não?
Taí um clone da Emotion que eu acho interessante. Não compraria a Tropical para uso próprio pq não gosto de plataformas , mas gosto mais da carinha desse modelo do que das Gueixas da vida.
E eis que Alice volta ao pais das maravilhas. Sou Virei fã das Ultras, mas não compro a ideia da Ultragirl + Alice. Aliás, achei que o tema poderia ser melhor desenvolvido, principalmente qdo temos na história o Cheshire Cat, mas enfim… Sem contar que Melissa de personagem que não dá para identificar o tema sem olhar na palmilha nem tem tanta graça assim. Principalmente pq os naipes do baralho me lembram muito mais Las Vegas que o exército de cartas e o relógio, mto mais o tal do Time Code do que o Coelho Branco.
Quando vai acabar o estoque dessas Ultragirl + J. Maskrey?
Até gosto do camafeu da Ultragirl + VivienneWestwood, mas essa fivela emprestada da Temptation, sei lá… E na coleção passada, a cartela de cores estava beeeeem mais interessante, né?
Assim como a Temptation, acho fail o degradê na Ultragirl. Mas como o modelo tem fãs, tanto de Ultras (eu! eu! eu!) como de degradês, podemos esperar mais dessas na próxima coleção… *boring*
ADORO os detalhes meio buclezados da Ultragirl Flocada, ainda bem que ela voltou (tinha duas da coleção Create Yourself, mas ninguém acreditava que existiam!). É meu eleito da coleção ao lado da Believing, mas 124,90 numa Ultra é de f*d*r o c* do palhaço.
E ainda assim quero pelos menos duas dessas Ultra estreladas coisa linda de mamã…
A Violatta está mais para um genérico mal-amado. E essas tachinhas, o que quer dizer?
Qual a diferença entre as duas Ultragirl customizadas – ou seja, a Wanting lisa e a flocada (vulgo Thinking) – que não o lacinho? E vamos combinar que se o da Thinking é meio invisível, este da Wanting é estranho, parece laço de boneca paraguaia…
Tirar aquele laço feio e colocar um uma estampa do Snoopy na Wanting+Snoopy foi uma excelente ideia. Aliás, é uma Melissa melhor resolvida essa Ultra sem furo com o desenho, pq se é para ser de personagem, que dê para ver de que personagem se trata ao invés de colocar objetos possíveis de associação. Já pensou se investem na vibe Alice da Ultra e estampam a Wanting com cobertor (do Linus), barraquinha de consultas psicológicas (da Lucy), piano (do Schroeder) ou óculos (da Márcia)? Snoopy é Snoopy, tá ele lá, estampado e fofo, e c’est fini.
Vendo a coleção como um todo, acho que a coleção, apesar de esquizofrência, tem modelos que prometem fazer um mega sucesso, tendem a voltar na(s) próxima(s) estação(ões) e no futuro serem vendidas a preço de ouro.
Uma coisa que me deixou meio de cara são os preços das Melissas a cada coleção. Olha os precinhos das delicinhas de Inverno:
Amazonista II – R$ 149,90
Amazonista III – R$ 149,90
Aranha Quadrada Flocada – R$ 89,90
Believing – R$ 139,90 (pior que vou querer outras, certeza)
Campana Zig Zag – R$ 99,90
Cute + Salinas II – R$ 69,90
Disco – R$ 129,90
Dreaming – R$ 119,90
Enjoying – R$ 119,90
Feeling – R$ 199,90
Gaetano Pesce II – R$ 149,90
Having Tricot – R$ 199,90
Hoop III – R$ 109,90
Jambo + Salinas II – R$ 69,90
Joy III – Alexandre Herchcovitch – R$ 99,90
Kissing – R$ 149,90
Liberty II – R$ 109,90
Liking – R$ 99,90
Loop III – R$ 159,90
Loving – R$ 179,90
Lua II – R$ 79,90
Making – R$ 129,90
Mermaid IV – R$ 109,90
Mesh Pump + Jean Paul Gaultier – R$ 249,90
Mini Melissa Aranha + O Pequeno Príncipe – R$ 89,90
Night – R$ 79,90
Patchuli II – R$ 159,90
Polibolha – R$ 129,90
Sin V – R$ 64,90
Snake + Animale – R$ 109,90
Talking – R$ 139,90
Temptation Degrade – R$ 139,90
Thinking – R$ 109,90
Tropical II – R$ 129,90
Ultragirl + Alice no País das Maravilhas – R$ 124,90
Ultragirl Flocada – R$ 119,90
Violatta II – R$ 99,90
Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Ankle Boot Corda III – R$ 179,90 (ugh!)
Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Croco Mary Jane ll – R$ 189,90
Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Lady Dragon VI – R$ 169,90
Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Temptation II – R$ 219,90
Vivienne Westwood Anglomania + Melissa Ultragirl VII – R$ 109,90
Vivienne Westwood Anglomania + Mini Melissa – R$ 89,90
Vivienne Westwood Melissa Anglomania + Melissa Skycraper – R$ 199,90
Vivienne Westwood Melissa Anglomania + Melissa Wedge II – R$ 179,90
Wanting – R$ 99,90

TIME CODE: Sem mais delongas…

28 mar

Vocês repararam que eu tô toda querendo ser estrela do stand up comedy com os títulos sem graça dos meus posts sobre a Time Code?

Hoje estou inspirada, No dia que comecei a escrever os posts (que obviamente nem é mais o hoje da data desse post) então lá vai o penúltimo post sobre esta incrível coleção!!! ¬¬


Vamos falar a verdade: eu queria uma Loop, mas ela sai do pé.

Continuo achando o salto dela um charme, mas nunca vi ninguém usando na rua…
Eu já não gostava da Lua e não achei essa coruja nem um pouco bonita. A coruja é o símbolo da sabedoria, com o tempo ficamos mais sábios e bah, me perdi no raciocínio de tentar entender o que a coruja tem a ver com a coleção. Oremos…
Essa eu sei! A Making é o sapatinho do Robin Hood, que teria vivido no século XIII na Inglaterra e que no desenho de Walt Disney é uma raposa, q tb é um símbolo da sabedoria, assim como a coruja… ¬¬

Gaetano Pesce continua não me convencendo, mas a menina estilosa que eu vi no ônibus continua usando a dela, vermelhinha…

Eu achava que teria uma Mermaid, mas não tenho mais certeza. E apesar de gostar de laços, esse não me convenceu, embora seja um pouco melhor do que o coração da coleção Amazonista…
À primeira vista, gostei da Mesh Pump, mas quando vi o salto, lembrei daquela sandália do JPG da última coleção (que eu esqueci o nome), logo pensei em tornozelos torcidos. Mas gosto da ideia e do estilo, deve render looks bem interessantes.
Para mim, apesar do fator fofo da ideia, a Mini melissa continua soando como um grande desperdício.
Night, ou “a volta dos que não foram”, mas voltaram nas mesmas cores da Ultra da Vivienne Westwood da coleção passada.

Esse post travou por causa desse modelo. Não lembrava o que eu tinha achado da Patchuli na coleção anterior, para ver se eu reciclava as minhas idéias, e o fato é: não encontrei nada. Isto posto, vamos em frente.

Até que nem tem tantos chinelos assim, e como a tal da Sin Make a Wish pegou (afff), vamos aproveitar um pouco mais a forma antes de descartá-la…
Agora a conversa vai mudar de tom. Porque sempre achei que a Melissa SUPER necessitava ter um pump style (desde outubro de 2009, no fim desse post aqui) e finalmente, ei-lo. Tá bom, por mim não precisada ser flocado e podia ter o bico mais afinado para ficar mais elegante, embora o redondo seja a coisa mais confortável ever. Comigo, ms. Westwood ganhou pontos e nem ligo mais de ter aquelas ankle boots horrorosas na mesma coleçao (mentira, ligo sim, mas essa Skycraper é tão linda sem ter de apelas para aqueles degradês horrorososo de gosto duvidoso).

Logo que vi, pensei: preciso de uma preta. Mas no meu aniversário ganhei um peep toe tão lindo que por mais que eu tenha amado essa Skycraper, nem vale a pena ter no armário (ai, estou tão mudada!)

Gostei! A Snake + Animale é uma sapatilha diferente, que para mim foge das sapatilhas que a Melissa tem lançado ultimamente. Acho que ela é bem simples, moderna e sai daquela faixa etária proposta pela Melissa (sim, ainda tenho rancor daquilo) e efetivamente alcança um público mais maduro – apesar que se me dissessem que era da parceria com os irmãos Campana, eu acreditaria.

Gosto da altura do salto da Talking, mas não vi irreverência nem entendi qual a proposta dela. Em toda coleção tem aquele modelo que parece sapato de tia e nesse caso, deve ser essa.