Arquivo | Leitoras que eu amo RSS feed for this section

PRA QUE ISSO, KARL?*

15 ago

Porque uma (no caso três) imagens valem mais do que mil palavras. Enjoy!

kl_blacktie

 

 

kl_gloves
kl_ultragirl

Imagens tungadas do blog Gostei e Agora?

Sério, não sei o que achei mais pavoroso.
A que achei menos pior é a tal da Glove, que ficaria beeeem mais aceitável se tentasse deixar de ser luva e se prestasse unicamente a sua vocação de sapato.
A Ultra de óculos e a Melissa-gravata são de doer.
Quem será que aprovou um treco desses?
Só porque o kaiser assinou a coisa automaticamente fica boa?
Pelo amor, né? #memiramasmeerra

*Dica da comentarista superesperta Pi. Ela falou sobre a Black Tie, mas ao tentar ver do que se trata, veio o resto da desgraça. Não tinha como não comentar.

**A Pi falou que viu na revista Melissa. Eu to com ela lá em casa faz alguns dias, mas achei a capa tão blé que nem tive coragem de abrir ainda…

Anúncios

MELISSA WTF

20 jul

Não tem acontecido com muita frequencia, mas de vez em quando ainda tem gente que lê as abobrinhas que escrevo, me manda sugestões e dão opiniões sobre alguns modelos de Melissa ou produtos que comento por aqui. Daí que uma dessas fofas me mandou a imagem desse chinelo – que eu vi há algum tempo na vitrine da Jelly (sim, sei que mudou de nome, mas para mim vai ser Jelly forever) mas preferi abstrair, porque, né?.
Pois é. Como lidar?

love city
Alguém acha essa Melissa bonita?
Ou mesmo interessante?
Ou barata com preço adequado?
Ou segura?
Ou estável?
Ou acha uma boa ideia deixar de comprar duas havaianas lindas + um número 1 no Mc Donalds para investir nela?
É chinelo, para ser usado no calor. No calor o pé sua. Logo, quando a fia estiver saindo da praia toda pimpona, o pé vai derrapar nessa palmilha lisa e a pessoa vai se estabacar inteira no chão, vai se ralar toda e adeus férias na praia corre o risco de se machucar… Isso porque nem sei o que tem na sola, mas provavelmente fator antiderrapante mandou beijos a todos.

Gente, tá certo que todo mundo teve fases no passado das quais se arrepende armargamente no presente, mas alguns modelos das nossas marcas favoritas são tão feios ou disfuncionais ou propiciam acidentes ou tudo junto que se pensarmos duas vezes, nunca gastaríamos R$ 61,90 (que raio de preço é esse?).

COMENTANDO COMENTÁRIO

9 fev

Na semana em que resolvi dar mais uma chance para mim e para o meu blog, recebemos o seguinte comentário na postagem anterior.

Sabe quando vc encontra uma amiga que terminou um namoro e só fala mal do ex, por quem antes ela morria de amores? É tão triste qd uma relação acaba assim e a gente vê alguém legal perdendo seu tempo pra falar mal de quem não faz mais parte de sua vida… É essa a sensação que eu tenho de ver o blog assim.
Pode não ser, mas impressão que passa é de alguém que ficou amarga por uma decepção e não se conforma…
Acho que sempre existe um jeito mais digno de terminar uma relação.

1o. Ai gente, falar mal, sim, mas esse meu (ex-)namorado merece! Às vezes eu até acho ele bonito, gente boa, bem diagramado e talz, mas tem ideias de jerico que não podem passar batidas!
2o. Agradeço muito pela parte do “alguém legal perdendo tempo”. Mesmo que não seja para ser levado a sério, meus agradecimentos.
3o. Pensei nisso por esses dias… Como uma paixão como a que eu tinha por Melissas se tornou só isso? Bom, um dos fatores certos é de que eu mudei. Mudei de casa, de emprego, de amor, de objetivos e de prioridades. E outro é que a Melissa mudou também. Mudou de cara, de personalidade, de objetivos e de prioridades. Mas (in)felizmente acho que a relação ainda não acabou, porque por mais que tenha decidido por não comprar mais Melissas, por mais que insista em me desfazer de alguns modelos e ficar com uns 8 pares na sapateira, esses 8 pares vão ficar, porque eu realmente gosto deles. A ideia é essa: manter, mas não aumentar. Empurrar com a barriga até esses 8 pares morrerem e não serem reeditados nunca mais, daí…
4o. A maior decepção, para mim, é cair na real. A Melissa não vale (tanto) a pena. Acho que é isso, esse “amor” não vale nada mas eu gosto dele mesmo assim. Os momentos de afeição existem – caso contrário, talvez eu não tivesse ainda tantas Melissas e vez por outra tentasse ressuscitar um blog que me proporcionou tantos momentos divertidos. Reapareço quando quero espairecer, ter meu standby mental, registrar minhas impressões sobre Melissa, contar o que eu observo nas minhas andanças, mas é real também que ando com uma má vontade crescente, mal humorada e com uma disposição mínima com relação à Melissa, que por sua parte não se esforça – e não só em relação a mim – para reverter o jogo. No dia que a relação terminar de vez, o blog vai desaparecer sem mais nem menos. Agradeço muito quem se interessa pelas minhas abobrinhas, mesmo que no fundo, o propósito aqui sempre tenha sido “eu, eu, eu, eu, eu e a Melissa“.
Bom, escrevi este post durante a tarde (comecei às 15h e estou terminando agora), então não estranhem algumas perdas de linearidade no raciocínio. Então, este post está sujeito a UPDATES constantes. 😉

DIÁLOGO MATINAL

8 nov

Nada como começar o dia conversando sobre as Melissas:
– Ain, que Melissa linda!
– É linda, né? Velhinha, mas eu adoro!
– E essa estampa de maiô da Barbie? Amei!

Zenti, sério.
Eu mandaria um zebrinha na lata.

Sim, essa cat linda melisseira é leitora aqui do blog. *sou luxo

COMENTANDO

6 jul

Drika

Erro corrigido.
Agora o mundo todo – inclusive os Anônimos – pode comentar!
Faz tempo que não recebo anônimos aqui me apavorando, sinto que vai ser divertido…
=o)

BATE-PAPO CASLEITORA

11 nov

Outro dia estava matando tempo no MSN, conversando com uma leitora-amiga (amiga-leitora) , entre outras coisas, sobre Melissas (há! Pra variar), no que ela comentou:
– Nooooosssa, queria demais uma sandália do Jean-Paul Gaultier, mas caraca! Aquele salto é alto demais e fino demais… Eu não posso com ele!
E passou a pergunta pra mim:
– E você, que Melissa você gostaria de ter mas sabe que não é pra vc?


Fiquei pensando.
São tantas que eu acho lindas mas que nunca dariam certo comigo e com o frescurento do meu pé… Adoro as LDs mas elas fogem dos meus pés. O salto da JPG me assusta. A Esmeralda eu achava megalinda mas era um tipo de suicídio.
Aí eu lembrei das primeiras Boots, as Scarfun.
Na verdade, eu pensei mesmo era nas Boots do Judy Blame, aquela que tem a estampa de um alfinete. Que, hoje em dia, eu acho lindas, mas deve ser o mesmo que a Scarfun High: assassinas de dedos!


Culpa do tempo.
Provavelmente se fosse um dia de sol, eu teria pensado em uma alternativa mais refrescante.
Mas eu acho que, se essas Scarfun Boots voltassem mais confortáveis, elas estariam em muito mais wishlists que a Donna…

Aí eu aproveitei e montei um look, pq há uns dois posts atrás (acho), disse que tava com saudadinha do Polyvore… 🙂
Vou voltar a montar looks. Eu sidivirto tanto!

Scarfun Boots

Não era bem essas boots que eu queria, e sim as do Judy Blame, que são essas belezuras aqui, em foto tungada do flickr da Cacarecos e Afins:

Sispecializando na tungagem!

FOR EXPORT

3 mar
Notícia fresquinha de fevereiro!!!
A queridíssima Sandra Régia, que sempre tá por aqui dando pitacos, notícias (gente, sério, ela consegue umas coisas de primeira mão!!!) e outros quetais do mundo melissístico também abriu seu blog de Melissa… Maaaaas não é mais um blog de e para Melisseiras, mas sim destinados às gatas de botas de plástico que moram fora do Brasil…
Ou seja…
As Melisseiras japonesas, americanas, argentinas, francesas, inglesas, espanholas, portuguesas e de outras nacionalidades – que eu sei que frequentam esse espacinho humilde -, podem trocar idéias, opiniões e Melissas no link abaixo (aproveita e coloca nos favoritos)!
Visitando direto!!!