Arquivo | It’s my life RSS feed for this section

SUMIÇO

8 abr

crescer

Olha essa capa da Crescer de botinhas Melissa.
Tem como não amar toda essa overdose de fofurice?

Mudando de assunto, OI, depois de várias semanas!
Estou trabalhando muito, houve uns dias de correria intensa e agora voltei a escrever um pouco.
Trabalho em uma revista, mas fico mais na coordenação administrativa, mas há alguns meses comecei voltei a escrever umas matérias também – que envolveram pequenas viagens de fim de semana (essa é a parte ótima). E entre trabalho e blog, perdeu blog. 😦

Continuo firme e forte no Pilates, e voltei à academia.
Dessa vez meu marido está bem disposto a entrar em forma e resolvi embarcar nesse frenesi fitness dele. Já vi resultados, mas não o suficiente… Finalmente, também, comprei meu capacete para andar de bicicleta e enfrentar a Ciclofaixa aos domingos. 🙂

Sobre o meu consumismo, boas novas.
Andei usando e gastando bastante coisa do estoque, e comprado praticamente zero desde nossa última conversa (só reposição de produtinhos básicos e necessários, tipo cotonete e sabonete líquido). Como ganho bastante coisa, acabei aderindo a esses produtos (como aquelas varetinhas com óleos essenciais e sabonetes para as mãos) e só vou repor as coisas quando acabar. #virandogentegrande
Desapeguei de coisas que ganhei mas certeza que não vou usar enquanto eles tiverem uma validade aceitável, tipo uns rímeis e batons.
E NÃO comprei mais Melissas nem sapatos (só um par de tênis para a academia, tenho uma pisada feladapota e os tênis que eu tinha nao estavam dando conta na atividade esteiro-elíptica).

Sabe lá quando vou ter tempo de novo para fazer atualizações mais frequentes (desculpa, gente!)… Mas não se esqueçam de mim! #carente

Beijocas, abraços e apertos de mão. 😉

Anúncios

MINI HISTORINHA DE AMOR

27 jan

Estava na fila do restaurante de salada McDonalds outro dia, quando ouvi uma conversa alheia (como esse povo fala alto). Os dois meninos que conversava na minha frente eram office-boys que tinham parado para almoçar.

A conversa era centrada na menina que era o sonho dele, que nunca tinha dado bola para ele mas num belo dia resolveu dar assunto para o menino. Daí ele faz uma declaração mega de amor:
– Você é a cara da Jane Birkin.
E fez-se o silêncio.
E a menina vira a cara e vai embora.

 

O outro menino que estava com ele vira e diz que ele foi bobo, que se tivesse falado que era parecida com a Paula Fernandes ou a Paloma da novela, teria dado efeito.

Fiquei meio chocada pelo moço em questão saber como é a cara da Jane Birkin. Sinceramente, eu não lembrava da cara dela, mas como o Google é meu amigo, o Google é meu colega, vou fazer com o Google o que o cavalo faz com a égua a diva em questão é essa:

jane birkin

Sinceramente, acho que “a cara da Jane Birkin” vai ser o maior elogio que a moça vai receber na vida e ela nem se deu conta.

RESOLUÇÕES PARA 2014

15 jan

Quem não faz promessas para o Ano Novo?
Fiz váááááárias, mas 10 já pretendo levar ao cabo do ano:

01. Não estocar produtos. Totalmente necessário, já que tenho umas 4 gavetas atoladas de produtos que não tenho previsão para utilizar. Ainda bem que os cosméticos do exterior tem a validade indicada a partir do dia que é aberto, não uma data fixa. Ao final de 2014, quero… ter diminuído esse estoque, pelo menos, pela metade.

reso01Uma pequena perfumaria na minha cômoda…

02. Levar a atividade física a sério. Faço pilates há uns bons 5 anos, é uma atividade que faz MUITA diferença para a minha vida (em especial, para um maldito abaulamento que tenho na lombar). Para esse ano, a ideia é fazer da atividade na esteira uma atividade rotineira. Ao final de 2014, quero… correr 5 km sem morrer.

reso02
Poster auto-explicativo

03. Parar de comprar BB Creams. Acho que o BB Cream se encaixa na categoria dos estoques, mas é um caso um pouco mais extremo. NÃO RESISTO A UM BOM BB CREAM, e se ele for de farmácia/baratinho, menos ainda. Ainda ontem fui à Sephora e quebrei essa promessa (comprei o da NARS em um surto psicótico alucinógeno compulsivo), mas pretendo me comportar. Ao final de 2014, quero… terminar pelo menos uns 2 tubos e não comprar mais nenhum frasco.

04. Mudar a decoração da sala de casa. Há mais de 6 anos a sala tem a mesma cara. Nesse tempo troquei de emprego, de marido, de vida e aquela sala carregada, cor bege-tabaco e de móveis pesados não tem mais a ver comigo. Ao final de 2014, quero… ter comprado um sofá, duas poltroninhas e um rack pequeno, e mandar a sala grande embora. Mas nem tudo está perdido, a mesa de centro vai ficar.

reso03
Não, minha sala não é assim. É pior. Muito pior.

05. Trocar de carro. TEsse tá mais fácil e basicamente encaminhado. Meu irmão está se mudando de país e provavelmente ficarei com o carro dele, a ser pago em suaves prestações. Ao final de 2014, quero… ter quitado a dívida.

06. Vender todas as minhas Melissas. Mentira, quero ficar com 3 ou 4. Mas comecei o ano totalmente errado para essa tarefa, algumas meninas entraram em contato comigo para comprar alguns pares e o jacaré retornou? NEM EU. Ao final de 2014, quero… ter melhorado meu nível de atendimento às pessoas que querem me ajudar.

???????????
Quer pagar quanto?

07. Atualizar o blog com mais frequência. Escrever nesse espacinho me faz tão bem, preciso organizar melhor meu tempo para conseguir atualizar o site com mais frequência. Assunto tem – nem que seja bobeira. Ao final de 2014, quero… ter postado pelo menos 2 vezes por semana = 104 posts.

08. Deixar a preguiça de lado e turbinar a vida cultural. Quantas vezes deixei de ir ao cinema, teatro ou algum show por preguiça? VÁRIAS. Quantos livros li esse ano? Uns quatro ou cinco, sendo que o meu normal era uma média de 2 por MÊS. Isso é ruim demais, novamente a tal da organização do tempo, hora de dormir, hora de acordar etc. Ao final de 2014, quero… ter lido mais e dormido menos, e ter ido pelo menos 3x mais ao cinema do que fui em 2013. Besides…

reso05

09. Cuidar mais de mim. Na verdade, isso significa cuidar do que não é o rosto. Sou muito preguiçosa para passar cremes (os do rosto já viraram hábito, mas o corpo, afffff), então aderi aos óleos de banho para manter a hidratação (eu sei, eu sim, óleo não hidrata porque não é absorvido pela pele). E também fazer as unhas e cuidar dos pés com mais assiduidade. Outra decisão foi tomar mais água, que estou conseguindo cumprir, pois com esse colar, sem água complica… Ao final de 2014, quero… ter transformado essa desgraça toda em rotina.

reso06Afinal, lixar as unhas toda semana não deve ser tão complicado…

10. Parar de inventar desculpas. Talvez esse seja o grande mal. Se comprei demais é porque eu estava sofrendo e precisava de um alívio. Se não corri é porque estava cansada. Se não li o livro é porque estava ocupada na internet. Sem mais desculpas para 2014. Ao final de 2014, quero… ter aprendido a fazer as coisas que preciso fazer, não somente as que quero.

reso07

E vocês, quais as resoluções para 2014?

MEMORIES

13 jan

Antes desse espaço aqui ser Melissando, ele era eu.
Há anos mantinha um blog pessoal onde falava sobre coisas da vida cotidiana ou não, sobre paixões, afinidades e ódios profundos, sobre experiências e impressões do mundo. Quando o Melissando migrou para a plataforma do WordPress, deixei o blog pessoal do lado e fiz um mix de todas as emoções por aqui. Logo, como eu tratava desse tipo de assunto no outro blog, então eventualmente posts como este podem aparecer por aqui.

Bom, outro dia, estava pensando em aleatoriedades e lembrei de um cidadão com quem me envolvi logo depois de tomar um pé na bunda federal do cara que achei que seria o meu marido forever, pai dos meus filhos (mentira, nunca pensei em ter filhos), amor da minha vida e coisa e talz. Na verdade, o que mais doeu nem foi o pé na bunda tomado de alguém que a trouxa pessoa acreditava ser tudo na vida. Foi um belo dia ter caído na real de que perdi três anos da minha vida fazendo planos com um grande cagão. #allantededico

Tudo isso para vocês imaginarem como eu estava SUPERFELIZ (sqn) na época, e como foi bom me relacionar com uma pessoa leve, sem compromissos e cobranças, com a qual não tive nenhuma expectativa além do bom papo e do sexo idem. Só que um dia estávamos conversando sobre o meu ex e a pessoa me vira e diz:

– Você é tão, tão, tão, mas tão legal que eu nunca estragaria nossa amizade tendo um relacionamento sério com você.

Na época não sabia direito o que ele quis dizer, se era um elogio ou um aviso. Como entendi como um aviso, nunca mais saí com ele – ninguém quer problemas com gente sem noção assim, né? Isso naquela época, que eu era recém-saída da donzelice e boba de tudo, porque se fosse hoje, certo que mandaria esse cidadão à merda. Aliás, Maurício, vá à merda. Grata. #rancorinfinito

 

APRESENTANDO: O OGRO

8 set

Conheci o Rodrigo há 4 anos e moramos juntos há dois.
Temos muitas coisas em comum e muitos gostos divergentes também.
Acho que é por essas diferenças que nos gostamos, nos respeitamos e nos damos tão bem.

 

ogroFérias do ano passado, em Cannes

Uma das nossas conversas antiguinhas foi assim:
– Um moleque fulano desclassificado desaplaudido pela vida cidadão qualquer virou pra mim e falou que ia parar de queimar vela boa para santo ruim.
No caso, o santo ruim era eu (pessoas falando de mim assim, vocês acreditam?).
E ele:
– Já eu, por você botaria fogo na fábrica de vela inteira.

Não é muito amor?

 

COISAS DA VIDA

24 ago

Após tentar (sem sucesso) fazer meu marido se apaixonar pela natação, resolvi largar na mão de Deus para ver o que acontece.
Recentemente ele se interessou por artes marciais (\o/). Porém, a arte marcial escolhida foi o kung fu.
Sim, aquela coisa aeróbica.
Sim, aquela luta do Bruce Lee.
BRU-CE-FU-CKING-LEE.
O cara com a coluna maleável que fica pulando, voando e socando sem parar.


Tentando fazer a pessoa voltar à razão.
– Amor, acho que o kung fu é pesado para nós.
– Por quê?
– A gente não tem perfil (idade e cansaço latente) para fazer kung fu.
– Ué, se o Kung Fu Panda virou o guerreiro dragão, por que eu não posso?

kung fu

Vocês entendem o porquê de seu ser sequelada, né?